Case 2014

Sebrae

APEX BRASIL – PASSAPORTE PARA O MUNDO

Público- alvo OPERAÇÃO E TRAÇÃO

A Apex-Brasil oferece soluções para startups por meio das suas diferentes áreas de negócios. Seja na sua promoção comercial no exterior, na atração de investimentos estrangeiros, na internacionalização ou ainda por meio de seus escritórios no mundo. Dentre as áreas de negócios da Apex-Brasil, a Gerência de Projetos Setoriais busca desenvolver parcerias com entidades setoriais de forma a incentivar a competitividade e promover a geração de negócios internacionais para empresas dos mais diversos setores produtivos brasileiros.

Para atingir esse objetivo, os Projetos Setoriais estruturam e desenvolvem ações coletivas, buscando viabilizar a inserção e o avanço das empresas brasileiras nas etapas do processo de internacionalização, com visão estratégica de longo prazo. Os Projetos Setoriais partem da estratégia definida pelo setor para a promoção de suas empresas e produtos no cenário internacional. Esse trabalho é desenvolvido em conjunto pelas entidades setoriais e pela Apex-Brasil. Os Projetos Setoriais incluem ainda diversos produtos executados sob demanda, conforme as necessidades e objetivos do setor. Para as startups brasileiras, em estágio de OPERAÇÃO E TRAÇÃO a agencia oferece uma série de soluções, cada uma adequada ao modelo e proposta do projeto:

Missões Prospectivas – visita de empresários ou empreendedores a países ou mercados pouco explorados, visando à aquisição de conhecimento, formação de opinião, contatos preliminares e estabelecimento de bases para realização de negócios;

Missões Cultura Exportadora – visita de empresários ou empreendedores e feiras e eventos internacionais para conhecer as características do mercado visitado, da concorrência, de exigências e padrões de consumo e preparar-se para futuras ações de promoção comercial realizadas no âmbito de um Projeto Setorial;

Missão Comercial – visita de um grupo de empresários ou empreendedores, consultores e gerentes dos projetos setoriais a determinados países com o objetivo de promover negócios, formar parcerias, prospectar novos mercados, divulgar setores brasileiros e promover o intercâmbio de tecnologias;

Feiras Internacionais – apoio técnico e financeiro à participação de empresas brasileiras em feiras setoriais realizadas no exterior;

Projeto Imagem – ação de relacionamento, disseminação de conhecimento e fortalecimento da imagem do setor produtivo nacional com formadores de opinião estrangeiros como jornalistas especializados, técnicos especialistas, líderes e membros governamentais, entre outros;

Ações Promocionais Inovadoras – projetos, eventos ou ações inovadoras e específicas para o setor, que reflitam uma oportunidade de negócios e facilite a inserção de empresas em mercados internacionais;

Ações de Inteligência de Mercado – estudos de perfil e oportunidades comeciais de mercados internacionais que consistem na análise de dados qualitativos e quantitativos sobre determinado país para o setor específico e desenvolvido no âmbito do projeto setorial, inclusive de forma a estabelecer mercados prioritários e secundários para as ações de promoção comercial internacional.

A Apex do Brasil ainda se ramifica nos Estados Unidos oferecendo atendimento em São Francisco na Califórnia e em Miami na Flórida, apoiando startups brasileiras que se encontram em fase de operação e tração por meio de produtos específicos como :

Apoio à instalação local:
Existem alguns pré requisitos para realizar contato com o Escritório de São Francisco, entre eles é necessário especificar qual seu estágio de desenvolvimento e suas necessidades durante o processo de internacionalização no mercado americano além de preenchimento de cadastro de empresa brasileira. Cumpridas essas exigências o interessado tem direito a equipe auxílndo no processo de abertura da empresa nos EUA, avaliando a melhor solução para a empresa e indicando prestadores de serviços como escritórios de advocacia; escritórios de contabilidade além de e auxiliar na abertura de contas bancárias nos EUA. Nesse caso a Apex-Brasil orienta sobre os processos e indica prestadores de serviços terceirizados nos Estados Unidos
Escritório físico em São Francisco:
Lá o interessado encontra apoio no processo de internacionalização da empresa por meio de informações atualizadas sobre o mercado americano, estruturação conjunta de agenda de trabalho local, acompanhamento em visitas e reuniões, suporte para encontrar parceiros e investidores no Vale do Silício. Para isso a Agência dispõe de 8 estações de trabalho em ambiente compartilhado, situado dentro da Rocket Space. Este serviço é oferecido por 3 meses (com possibilidade de prorrogação por mais 3 meses) e inclui 1 estação de trabalho por empresa, 1 sala de reunião para uso comum e internet. O atendimento gira em torno de 12 startups brasileiras por mês, uma média de 120-150 por ano.
Para ter acesso a esses serviços a empresa precisa ser constituída no Brasil com CNPJ ativo, estar em fase de desenvolvimento de operação ou tração, realizar contato com o Escritório de São Francisco especificando a data de utilização do escritório físico e o motivo para sua utilização e comprovar a realização da agenda, assinar contrato de prestação de serviço entre a startup e Apex-Brasil e pagamento do serviço via cartão de crédito internacional. A interação entre o escritório de San Francisco e a startup ocorrem tanto com pessoal interno da Apex-Brasil tanto por meio de internet e telefone e a Agência conta com um único funcionário no local para o atendimento.

Escritório Virtual em Miami:
A Agencia conta também com escritório virtual em Miami, desde 2005, em que a empresa brasileira pode utilizar o endereço comercial do Escritório da Apex-Brasil para divulgação. Para tal a empresa precisa estar legalmente constituída nos EUA. Esta opção oferece serviço de recepcionista, telefonista, scan de correspondências e sua disponibilização em site seguro. Além disso, a empresa pode utilizar estações de trabalho e salas de reuniões quando estiver em Miami. Os requisitos para ter acesso são: ser empresa constituída no Brasil com CNPJ ativo, realizar contato com o Escritório de Miami, assinatura de contrato de prestação de serviço entre a startup e Apex-Brasil, pagamento do serviço via cartão de crédito internacional. Esse serviço pode ser utilizado por 12 meses prorrogáveis por mais 12 meses.
A interação entre o escritório de Miami e a startup ocorrem tanto com pessoal interno da Apex-Brasil tanto por meio de internet e telefone. Conta com serviço de secretária virtual realizado por equipe própria e com 14 funcionários próprios que dão suporte ao Escritório de São Francisco em um trabalho em rede.

Passaporte para o mundo
As soluções para startups brasileiras existem desde agosto de 2013 e estão sendo constantemente atualizadas. Nesse ano está disponpivel uma plataforma de conteúdos sobre exportação, internacionalização e mercados estratégicos que possibilita que a empresa tenha acesso a informações fundamentais sobre as práticas de mercado. Ela é composta por conteúdos e vídeo-aulas que podem realizadas pela empresa online e nesse caso não é exclusiva para startups. Hoje essa oferta conta com mais de 1 mil empresas cadastradas, entre elas algumas são startups.

Essa estratégia corrobora a filosofia da Agência, que desde 2012 vem apoiando startups a participarem de eventos nacionais ou internacionais de forma a acessarem o mercado de investimentos em participação. Em eventos organizados diretamente pela Apex-Brasil ou por meio de parceiros, a Agência propicia às startups oportunidade de acesso a investidores com vistas a permitir que os empreendedores brasileiros entendam as melhores práticas de captação de investimentos. Até o momento foram oferecidas oportunidades a cerca de 200 startups ferramentas como:
Pitch Training
Visando a maximização de resultados relacionados à captação de investimentos, a Apex-Brasil propicia aos empreendedores um programa intensivo de treinamento e melhoria contínua de pitch (discurso de vendas). Por meio de sessões virtuais e presenciais, as startups recebem capacitação de uma equipe de profissionais (consultores, investidores e mentores) que revisam em conjunto com os empreendedores suas apresentações e discursos de forma a aumentar as chances de sucesso na abordagem ao investidor. Ao longo do processo de capacitação as apresentações (tanto o material escrito quanto o discurso) dos empreendedores passam por processo de revisão e melhoria, com objetivo de dar clareza, precisão, apelo ao público investidor e sobretudo, reflexão sobre modelo de negócios proposto. Aproximadamente 100 startups já se beneficiaram das atividades de pitch training.
Demo days /apresentação a investidores
Por intermédio de parcerias a Apex-Brasil busca otimizar a interação direta entre investidores nacionais e internacionais com empreendedores. Assim, vários eventos que contam com a participação de startups selecionadas pela agência culminam suas atividades na realização de Demo Days, nos quais empreendedores realizam apresentações (pitch) e se relacionam com uma plateia seleta de investidores. Trata-se de estratégia integrada de ações calcada na atuação da Apex-Brasil em eventos de tecnologia e investimentos, bem como relacionamento com parceiros que propiciam esse tipo de interatividade.

Atualmente a participação em eventos internacionais como demo days e pitch training é feita por intermédio de chamadas ou editais próprios ou de parceiros. Tais instrumentos são divulgados junto ao site da Apex-Brasil – www.apexbrasil.com.br e seus canais nas mídias sociais e, em sua maioria, são voltados a startups mais amadurecidas, em fase de tração que já apresentam faturamento regular e visam a captação de recursos para seu crescimento. A realização de bancas de avaliação em parceria com instituições e players do mercado para validar a seleção de empreendedores, é um procedimento corriqueiramente adotado pela agência. Para isso a estrutura opera com 3 funcionários além de parceiros e consultores terceirizados.

Observa-se algumas características dos públicos atendidos. No segmento de pessoas físicas a faixa etária regila entre 25 e 35 anos, graduados com prevalescência de 70% do público de ciências exatas, localizados nas regiões sudeste e sul com experiência prévia de empreendedorismo. Já as pessoas jurídicas tem de 2 a 4 sócios, existem de 12 a 18 meses com 2 a 10 funcionários com uma receita média mensal que varia entre 10 e 15 mil reais por mês.

Uma das referências do trabalho da Apex-Brasil é o case “ZOEMOB: o aplicativo com DNA brasileiro que conquistou o mundo”, voltado para o mercado de Internet (mobile/saas) para localizar as pessoas de seu relacionamento, seja familiar, profissional. Criado em 2010 pelos sócios Daniel Avizú (Chairman & CEO) e Hélio Freitas, a empresa conseguiu o primeiro investimento em 2011, o primeiro milhão de usuários em 2012 e ganhou notoriedade internacional em 2013, após viagem ao Vale do Silício para captação de investimento. Em 2013 a Zoemob iniciou seu processo de internacionalização, totalmente apoiado pela Apex-Brasil, recebendo atendimento customizado da equipe e utilizando a estrutura física (estações de trabalho) da Apex em San Francisco. Em 2014 continuam se internacionalizando, tanto para captação de investimentos, quanto para montar operação fora do Brasil. Nos próximos anos, a missão da empresa é crescer, crescer e crescer. Afinal, é isso que determina se uma startup é um sucesso ou não.
ZoeMob – Family Safety Service
www.zoemob.com