Case 2014

Sebrae

ABSTARTUPS – SOLUÇÕES EM VÁRIOS FORMATOS

A Associação Brasileira de Startups (ABStartups) oferece uma série de possibilidades ao ambiente de empreendedores e investidores. O StartupBase (www.abstartups.com.br) por exemplo tem como objetivo auxiliar o processo de mapeamento das startups brasileiras. A BizStart, empresa que criou o projeto em 2011, cedeu seu cadastro para que a ABStartups possa usar as informações como auxilio à prospecção de novos negócios por investidores, mentores, sócios, consultores e também empreendedores que tenham interesse em fazer parte da criação de um produto inovador. O cadastramento é basicamente gratuito, mas os empreendedores e startups que pagarem a taxa de associação.terão direito a diversas contrapartidas. É necessário ter um projeto/startup para cadastradar ou associar­- se à base de dados da ABStartups e a duração do projeto é anual, sendo que a participação é virtual.

Os números são impactantes: acumula mais de 2 mil startups e cerca de 10 mil empreendedores espalhados pelos 26 estados brasileiros e o Distrito Federal, sem contar a audiência de milhares de pessoas que visitam o site para consultar informações. A ideia é funcionar como um polo de uma série de bate-papos em que os empreendedores são os grandes protagonistas para troca de experiências sobre o desafio de empreender e viver a cultura startup todos os dias. Esse modelo conta com o apoio da Apex-Brasil e a contrapartida é o pagamento de uma anuidade.

Outra solução interessante, disponível desde janeiro de 2014, é o Startup talks (www.startuptalks.com.br), uma série de bate-papos em que os empreendedores são os grandes protagonistas na troca de experiências sobre o desafio de empreender. Esse modelo já atendeu 350 empreendedores somente em duas edições realizadas em São Paulo e Brasília. Para participar é necessário ter uma startup cadastrada ou associada à base de dados da ABStartups. Os bate-papos podem ser virtuais ou presenciais e a periodicidade é esporádica.

Já o Pitch corporate (www.pitchcorporate.com.br), com apoio da Apex-Brasil, existe desde novembro de 2013 e tem como objetivo aproximar startups B2B com negócios inovadores e grandes organizações para geração de novos negócios e fomento a inovação corporativa. No evento, startups que já estão em plena operação de mercado, apresentam seus “pitchs” para representantes de grandes organizações que são referência em seus respectivos mercados como educação, saúde, varejo, tecnologia, mídia, entretenimento, entre outras. Cada startup possui 10 minutos para apresentar seus negócios focando sempre em como otimizar custos ou maximizar resultados para as empresas que estão na primeira fileira do auditório, que por sua vez tiram dúvidas e agendam reuniões com esses empreendedores. Já acumularam-se 10 apresentações e dessas, 7 startups conseguiram agendar reuniões de negócios. Até o momento acumula 4 contratos fechados com grandes empresas. Para fazer parte é necessário ter uma startup cadastrada ou associada à base de dados da ABStartups em fase de Operação ou Tração, passar por um processo seletivo e que tenha interesse em vender soluções para grandes empresas.Os encontros são presenciais e a agenda é esporádica.

Um dos destaques é o CASE, Conferência Anual de Startups e Empreendedorismo (www.case2014.com.br), mais uma parceria com a Apex-Brasil, reconhecido como o maior evento brasileiro para startups. O objetivo é de proporcionar um ambiente único com conteúdo relevante, networking altamente qualificado e reconhecimento dos melhores agentes do ecossistema de startups brasileiro. Tem registrado no seu histórico a circulação de mais de 3 mil pessoas entre empreendedores, investidores/aceleradoras, agentes de formento, empresas de tecnologia e prestadores de serviços para startups. O foco também são empresas em fase de Operação ou Tração e que tenham interesse em vender soluções para grandes empresas.O ciclo é anual e os encontros são presenciais mediante pagamento de ingresso.

De forma mais informal e regular a ABStartups proporciona no modelo opensource, desde agosto de 2014, o StartupBeer (www.startupbeer.com.br), com a curadoria da Associação Brasileira de Startups. A ideia é que o evento possa ser organizado por qualquer comunidade de empreendedores que deseje levar o evento para sua cidade. Pode ser gratuito ou mediante a pagamento de ingresso. O meetup tem no seu formato atividades como Speed Talk, Open Pitches, Mentoring Session, Networking Incentivado que acontecem anualmente e já atendeu 300 empreendedores e cerca de 80 startups.

Também desde agosto de 2014 segundo o modelo open­source, está disponível a solução StartupDojo (www.startupdojo.com.br) uma especie de aceleradora colaborativa, para projetos em fase acelerativa, que tem como objetivo criar um grupo de suporte, aprendizado e mentoria entre co­fundadores e equipes de startups. O modelo de encontro tem a curadoria da Associação Brasileira de Startups e pode ser organizado por qualquer comunidade de empreendedores que deseje levar o evento para sua cidade, desde que se cadastre pelo site como helper ou organizador parceiro. O StartupDojo, que pode ser gratuito ou mediante pagamento de ingresso, é realizado em lotes que duram cerca de 4 meses (com encontros semanais ou quinzenais) em cada cidade, podendo ou não ser renovado para um próximo lote. Já atendeu mais de 10 edições realizadas em 4 estados diferentes, que atenderam cerca de 300 empreendedores.

A instituição promove uma série de circuitos de eventos batizados como Circuito Empreendedor (www.circuitoempreendedor.com.br), que busca difundir, junto a estudantes universitários de cursos de comunicação e-ou gestão, o empreendedorismo digital nas universidades, também com curadoria da Associação Brasileira de Startups. Assim como as outras opções, também pode ser organizado por qualquer comunidade de empreendedores cadastrados como helper ou organizador parceiro, que deseje levar o evento para sua cidade. O evento, com duração anual, tem em seu formato atividades presenciais como: Circuito de Universidades, Desenvolvedores, Designers e BizDevs, Case de Sucesso Local, Pitch de Startups locais e Mesas Redondas.

Como citado, a Associação Brasileira de Startups está ao lado da ABStartups em vários eventos. Entre eles o Startuphack (www.startuphack.com.br), voltado para designers, também no modelo open­source, cujo objetivo é realizar um hackathon para desenvolvimento de soluções web, mobile e hardware, além conhecer pessoas interessantes, estabelecer contato com grandes empresas de tecnologia e concorrer a prêmios. Assim como os outros, esse modelo pode ser organizado por qualquer comunidade de empreendedores cadastrados no site como helpers ou organizador parceiro que deseje levar o evento para sua cidade de forma presencial com duração anual..

Com o objetivo de promover e divulgar o ecossistema brasileiro de startups, são promovidas, junto com a Apex-Brasil, as Missões Internacionais (www.abstartups.com.br) em que são programadas visitas a eventos de relevância para o segmento seguindo o calendário apoiado pela Apex­Brasil. Já participaram dessas missões, 44 empresas e entre as viagens já programadas, estão: TechCrunch Disrupt (San Francisco/CA) e SXSW (Austin/TX). Para participar os interessados devem ter uma startup cadastrada ou associada à ABStartups, em fase de operação ou tração, fazerem a inscrição no site e aguardar a chamada para o processo seletivo. O projeto, no formato presencial, tem duração semestral e as empresas aprovadas pelo preocesso seletivo ficam responsáveis pelo pagamento de passagem e hospedagem e a ABStartups oferece credecial gratuita.

Para negócios que estão em fase de tração, a ABStartups dispõe do Founders Club, grupo restrito a fundadores de startups cujo objetivo é trocar informações, conteúdo e fortalecer o relacionamento entre os empreendedores. Funciona desde 2013, de forma presencial e virtual, e já atendeu 30 empreendedores. A participação se restringe à startup cadastrada ou associada à ABStartups.

Multiplicadores voluntários e mobilizadores de eventos e ações podem, o ano todo, compartilhar dicas, dados, documentos e criar ações/projetos em conjunto, além de replicar para todo Brasil por meio da Rede de Multiplicadores ABS // Helpers (http://www.abstartups.com.br/rede-de-multiplicadores/), um formato dinâmico para conectar as pessoas e ideias e que já atendeu mais de 200 membros em todo o país. Para participar é necessário ser um mobilizador e realizar a inscrição pelo site do evento.

A ABStartup também oferece soluções para atendimento a terceiros por meio de Colaborações em Eventos de Terceiros (www.abstartups.com.br) realizando o ano todo, palestras (presencial ou online), participações em painéis, bancas de avaliação e treinamento de pitchs em eventos realizados em diversas cidades do Brasil. Já atendeu, somando esforços de todo o time gestor da ABStartups, mais de 350 colaborações em eventos, impactando cerca de 20 mil empreendedores. Para participar o interessado deve enviar o convite para palestrar, mentorar ou apoiar na divulgação por meio do site da ABStartups.

No caso de grandes empresas que se interessam em ter acesso diferenciado a dados, relatórios e análises sobre o mercado brasileiro de startup, a instituição indica formatos como Associação Corporativa (www.abstartups.com.br) que por meio do credenciamento como associada corporativa da ABStartups, ganham acesso a diversas contrapartidas para aumentar/melhorar o relacionamento e entendimento das mesmas com startups brasileiras, durante o perído de 12 meses (mediante pagamento anual), virtual ou presencialmente.

Outra boa indicação é a Curadoria Corporativa (www.abstartups.com.br), para empresa/instituição que está organizando um evento, competição, programa de inovação ou qualquer iniciativa relacionada com startups brasileiras. O modelo oferece organização de Eventos, Programas de Fomento, Programas de investimento, Capacitação, Aceleração, o ano todo, entre outros serviços que tenham como público­- alvo empreendedores digitais e startup. A ABStartups tem na sua carteira já 10 clientes corporativos, entre eles Google, Microsoft, Sebrae, EDP, Siemens, Campus Party, BRAPPS e a participação pode ser virtual ou presencial e o pagamento é feito por projeto.

O perfil geral do público atendido por cada uma dessas soluções, pela ABStartups se divide entre pessoas físicas e jurídicas com características diversas. Pessoas físicas 87% de homens, 67% entre 25 e 40 anosm 64% concentrados na região sudeste, 51% de classe A, 82% possuem graduação (administração, comunicação e tecnologia e 42% possuem pós-graduação. Já pessoa jurídica, as empresas tem até 4 anos de fundação, ­média de 2 sócios, estão enquadradas como ME, EPP, LTDA e SA e possuem de 2 a 15 funcionários.

A ABStartups destaca que o perfil desejável de atendimento são a startups digitais que se enquadram na conceituação e caracterização básica de oferecerem produtos ou serviços inovadores, com potencial de rápido crescimento, escalabilidade, baixo custo, repetibilidade e flexibilidade.

Um exemplo interessante de case de sucesso é da Edools, uma das 10 startups selecionadas para apresentar seu pitch no evento. Ao término, a empresa fechou 2 contratos corporativos e iniciou um relacionamento com a Samba Tech, que comprou parte da empresa. No momento a empresa está em estágio de Operação com excelente potencial de crescimento.